Por aqui sentem a terra nos vegetais e a beleza rústica da fruta. Por aqui podem receber os produtos no ponto, mais verdes ou mais maduros. Somos contra o desperdício.

Neste mundo o que a terra dá, é o que recebes. O what you see is what you get das colheitas agrícolas é um jogo do adivinha constante:

“- Será que vai haver mais para a semana?”

“- Acabou o aipo… como vamos explicar isto?”

“- Os abacates foram colhidos ontem e estão frescos. Mas ainda estão verdes, e agora?”

“- Os abacates amadureceram depressa demais…”

“- Cerejas esta semana não temos. Os pássaros não deixaram nada!”

“- Os morangos apodreceram em dois dias!”

A nossa preocupação é passar a mensagem de que o que estamos habituados nas grandes superfícies, em que tudo é categorizado, no ponto e demasiado bonito, não é o que praticamos. Por aqui a produção é sazonal, local e não intensiva.

Os morangos (e todos os frutos vermelhos) têm tanto de aspeto como de sabor, e têm que ser comidos o mais rapidamente possível. O São Pedro não perdoa, e se fizer o milagre da chuva ou do vento, é provável que estes frutos fiquem mais sensíveis.

Os cogumelos shiitake podem ter os capuchos mais perfeitos numa semana, como os mais irregulares na seguinte. A natureza é quem manda.

Os tomates podem ser carnudos e vermelhos, ou verdes e firmes. Dá-lhes uma oportunidade e descobre o quão deliciosos podem ser!

abacates da época arroba e meia

Os abacates serão sempre frescos. É bem provável que os abacates que te receberes em casa, cheguem por amadurecer. Quando estão maduros (ou no ponto), fazemos questão de alegrar clientes com campanhas de “chuva de abacates” de forma a evitar o desperdício.

Dicas para amadurecer os abacates: embrulhar em jornal/saco de papel; guarda-los com as cebolas ou na fruteira junto às maçãs e/ou bananas.

Trabalhamos diariamente com os nossos parceiros locais para escolher os melhores produtos, e melhorar sempre em todos os aspetos de forma a que cheguem nas melhores condições até à tua casa.

E se não chegam nas melhores condições?

Estamos cá para assumir. Pedimos-te apenas para analisares o todo, o projecto e aquilo em que acreditamos. Chegam maduros ou feios demais para ti? Não deites fora, nós vamos recolher. 

Tens sugestões/feedback para nos dar? Envia-nos um email e conta-nos tudo! A tua opinião é importante para nós.

Uma arroba e meia de tudo o que é podre de bom.

We are what we eat

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.